Contact Us × +
Nama

Email Address*

Pesan*


Doença de Ménière – O que é, Sintomas e Tratamentos

Doença de Ménière – O que é, Sintomas e Tratamentos
Doença de Ménière – O que é, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Doença de Ménière é uma doença que afeta a orelha interna. O ouvido interno é responsável pelo seu equilíbrio, bem como pela audição. Esse distúrbio causa vertigem (uma sensação de rotação), problemas de audição e um som de toque na orelha. A Doença de Ménièregeralmente afeta apenas uma orelha.



O Instituto Nacional de Surdez e Outros Transtornos da Comunicação estima que 615 mil pessoas nos Estados Unidos têm a Doença de Ménière. É mais provável que ocorra em pessoas de 40 e 50 anos. A Doença de Ménière é uma doença crônica (longo prazo), mas os tratamentos e as mudanças de estilo de vida podem ajudar a aliviar os sintomas. Muitas pessoas diagnosticadas com a Doença de Ménière entrarão em remissão dentro de alguns anos após o diagnóstico.

Leia Também ↓↓: 

  • setaComo Eliminar a Candidíase SEM Remédios ou Cremes...
  • setaSofre com ESTRIAS? Elimine às de Forma 100% Natural, AGORA!
  • setaMulheres de São Paulo Estão Emagrecendo Rapidamente, VEJA COMO!
  • setaComo ter Ereções 3X Mais POTENTES sem Medicações, de forma 100% Natural...
  • setaSofre de Calvície? Eis a Solução Definitiva...
A causa da Doença de Ménière não é conhecida, mas os cientistas acreditam que ela é causada por mudanças no fluido nos tubos da orelha interna.
Causas da Doença de Ménière: Embora a causa da Doença de Ménière seja desconhecida, provavelmente resulta de uma anormalidade na forma como o fluido do ouvido interno é regulado. Na maioria dos casos, apenas uma orelha está envolvida, mas ambas as orelhas podem ser afetadas em cerca de 15% dos pacientes.
Doença de Ménière normalmente começa entre as idades de 20 e 50 anos de idade (embora tenha sido relatada em quase todas as faixas etárias). Homens e mulheres são igualmente afetados. Os sintomas podem ser apenas um pequeno incômodo, ou podem tornar-se incapacitantes, especialmente se os ataques de vertigem são graves, freqüentes e ocorrem sem aviso prévio. A Doença de Ménière também é chamada de hidropsina endolinfática idiopática.
Sintomas da Doença de Ménière: Os sintomas da Doença de Ménière variam de pessoa para pessoa. Os sintomas podem ocorrer de repente, e sua freqüência e duração diferem. Um sintoma é algo que o paciente sente ou detecta, como tonturas, enquanto um sinal é algo que outras pessoas, incluindo um médico, podem notar, como uma erupção cutânea.
Ataques da Doença de Ménière muitas vezes começam sem aviso prévio. Eles podem ocorrer diariamente, ou tão raramente como uma vez por ano. A gravidade de cada ataque pode variar. A Doença de Ménière geralmente tem quatro sintomas principais:
  • Perda auditiva que muda
  • Pressão no ouvido
  • Soar ou rugir na orelha afetada, chamado zumbido
  • Vertigem ou tonturas
A vertigem grave é o sintoma que causa a maioria dos problemas da Doença de Ménière. Com a vertigem, você sente como se estivesse girando ou se movendo, ou que o mundo esteja girando ao seu redor. Muitas vezes ocorrem náuseas, vômitos e transpiração.
Diagnósticos da Doença de Ménière: Não existe uma forma específica para diagnosticar a Doença de Ménière. Em geral, o diagnóstico é feito através do exame físico e da história clínica do paciente. Às vezes, o paciente permanece com graus variáveis de sintomas auditivos e tontura por até 3 anos antes de conseguir encontrar um médico que estabeleça o diagnóstico correto.
Os critérios diagnósticos propostos pela Academia Americana de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço são atualmente os mais usados para definição do diagnóstico da Doença de Ménière São eles:
  • História de pelo menos 2 episódios de vertigem com duração mínima de 20 minutos.
  • Confirmação de perda auditiva através de um exame audiométrico.
  • Presença de tinnitus.
Além desses critérios, também é importante descartar doenças que possam provocar um quadro clínico parecido, como esclerose múltipla, neuroma do acústico, diabetes mellitus, doenças da tireoide e outras doenças do ouvido interno.
Tratamentos da Doença de Ménière: A Doença de Ménière é uma condição crônica sem cura. No entanto, há uma variedade de tratamentos que podem ajudar com seus sintomas, variando de medicação a cirurgia para os casos mais graves.
Medicação: Seu médico pode prescrever medicamentos para ajudar com os sintomas da Doença de Ménière. Os medicamentos para doença de movimento podem ser usados ​​para aliviar sintomas de vertigem, náuseas e vômitos. Se a náusea e o vômito são um problema para você, seu médico pode prescrever um antiemético (medicamento contra a náusea).
Como a Doença de Ménière é pensada para ser causada por um problema com o fluido no ouvido interno, seu médico pode prescrever um diurético (um medicamento que causa aumento da produção de urina) para ajudar a reduzir a quantidade de fluido. Seu médico também pode injetar medicação no ouvido interno por meio de sua orelha média para ajudar a reduzir os sintomas de vertigem.
Reabilitação e Aparelhos Auditivos: Os exercícios de reabilitação vestibular podem melhorar os sintomas da vertigem. Esses exercícios ajudam a treinar seu cérebro para explicar a diferença de equilíbrio entre os dois ouvidos. Esses exercícios podem ser ensinados por um fisioterapeuta.
A perda auditiva pode ser tratada por um audiologista. Normalmente, isso requer ser equipado com um aparelho auditivo.
Cirurgia: A maioria das pessoas com Doença de Ménière não requer cirurgia, mas é uma opção para quem sofre ataques graves e não teve sucesso com outras opções de tratamento. Um procedimento de saco endolinfático é feito para ajudar a diminuir a produção de fluido e promover a drenagem fluida no ouvido interno.
Leia Também ↓↓: 
  • setaVocê Quer EMAGRECER e PERDER BARRIGA de Forma Natural e Saudável?
  • setaHomem Mostra como fez para REVERTER a Calvície em 30 dias!
  • setaDisfunção Erétil? Acabe com a Disfunção Erétil e Impotência Naturalmente
  • setaAtriz da Globo Revela Como Emagreceu 15kg em 4 Semanas e Faz Sucesso!
  • setaSeu Marido RONCA? Acabe de VEZ com esse Método 100% Natural!
Um procedimento de seção de nervo vestibular corta o nervo que liga a orelha ao cérebro, o que reduz a vertigem enquanto preserva a audição. Uma falta de labyrithecotomy é feita quando há perda total de audição na orelha. Esta cirurgia remove toda a orelha interna, que remove o equilíbrio e a função auditiva dessa orelha.